splash-amarelo.png

Notícias

Frente Parlamentar pela Luta contra a Tuberculose é reinstalada

Iniciativa estabelecida em 2012 será novamente coordenada pelo deputado Antônio Brito (BA)

2019.03.29_frente_parlamentar_pela_luta_

Coordenador da Frente Parlamentar pela Luta contra a Tuberculose, deputado Antônio Brito, indica que o abandono do tratamento ainda é um dos principais desafios da doença. Crédito: Reila Maria/Câmara dos Deputados

A Frente Parlamentar pela Luta contra a Tuberculose foi reinstalada na Câmara dos Deputados, em Brasília, na terça-feira (26). O grupo foi inaugurado em 2012 e essa é a sua terceira legislatura consecutiva. A iniciativa será novamente coordenada pelo deputado Antônio Brito (PSD-BA).

O Brasil está entre os 20 países que concentram maior incidência de tuberculose. A cada ano, o país registra cerca de 70 mil novos casos da doença, de acordo com o Ministério da Saúde.

Mais comum entre populações vulneráveis, como pessoas privadas de liberdade, pessoas vivendo com HIV e população em situação de rua, a tuberculose requer medidas estratégicas de controle.

Em entrevista ao site da Câmara dos Deputados, Antônio Brito explicou que o maior desafio ao enfrentamento da tuberculose é o abandono do tratamento. Isso porque quando um paciente deixa de tomar a medicação, a bactéria causadora da tuberculose se torna mais forte. Na forma multirresistente, a doença aumenta o tempo de tratamento prolongado e diminui as chances de cura.

Um dos objetivos principais da Frente Parlamentar pela Luta contra a Tuberculose, nesse sentido, é ampliar a discussão sobre a doença, colaborando com a desmistificação sobre o tratamento, já que a tuberculose tem cura.

*Com informações da Agência Câmara Notícias.

Voltar
logo_TB.png

Conhece alguém com diagnóstico de TB?

Dê apoio e incentive a

continuidade do tratamento.