1º Eixo

Ações de educação em saúde

A campanha nacional de educação e comunicação em saúde foi desenvolvida para promover uma comunicação sensível, que qualifique as informações direcionadas à comunidade carcerária sobre TB, TB-HIV e acesso à saúde de forma integral. As estratégias de comunicação e educação em saúde foram construídas a partir de uma perspectiva colaborativa, valorizando a escuta de todos os públicos envolvidos.

 

Para identificar as necessidades específicas dos sujeitos envolvidos, foram realizados grupos focais com a população privada de liberdade, profissionais de saúde e profissionais de segurança. Com os familiares da população privada de liberdade ainda foram realizadas conversas nas portas de entrada das unidades prisionais.

O projeto prevê, ainda, a elaboração e a distribuição de materiais informativos e a realização de ações de sensibilização para cuidado e controle da TB no sistema prisional.

Materiais Informativos

A partir de imagens e ilustrações, os materiais retratam, de forma simples, as principais informações sobre TB. O objetivo é ampliar o conhecimento sobre tuberculose e desconstruir mitos relacionados à doença.

 

Os materiais foram elaborados de forma personalizada, considerando a maneira de se comunicar de cada público-alvo. Acesse o menu materiais para ler mais.

Ações de Sensibilização

Profissionais de Saúde e de Segurança

Teatro-Fórum

As unidades prisionais possuem rotinas próprias, que geram impacto nas estruturas dos fluxos de acesso e de atendimento à saúde. A partir de cenas de teatro, o cotidiano das unidades prisionais será retratado com a metodologia de teatro-fórum. As cenas abordam questões de segurança, saúde, rotinas das pessoas privadas de liberdade e a forma como são organizados os processos de saúde, especialmente de diagnóstico e tratamento de tuberculose. O objetivo desta atividade é provocar a reflexão e o incentivo a esses profissionais adotarem uma postura colaborativa para a identificação de pessoas com sintomas e encaminhamento para a unidade de saúde prisional.

Familiares

Educação por pares na fila de espera

As intervenções de educação por pares têm como finalidade promover o diálogo e aprofundar o conhecimento através de uma comunicação sensível e acessível, aproximando as realidades e construindo ações de educação em saúde sobre tuberculose e HIV. Para a realização das intervenções será utilizado um camelô educativo: mobiliário interativo em que os mobilizadores sociais poderão realizar intervenções de educação entre pares e distribuir materiais informativos aos familiares.

Profissionais de Saúde e de Segurança, Familiares e Público Geral

Redes sociais

Atualização permanente em saúde através de informações divulgadas no site e nas redes sociais do projeto (Facebook, Instagram e YouTube) para profissionais de saúde e de segurança, além de familiares e população em geral.

Tosse há três semanas?

Pode ser tuberculose  

 

Campanha Tuberculose - Informação e Tratamento Curam

Um projeto realizado através do Ministério da Justiça e Segurança Pública e FIOCRUZ com a cooperação técnica do Programa Nacional de Controle da Tuberculose.

  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle