Teatro -fórum e a tuberculose

As cenas de Teatro-Fórum (TF) apresentam situações-problema de determinado grupo ou local. Com auxílio de um mediador, os participantes falam e escutam outros pontos de vista para achar soluções, podendo rever seus conceitos e iniciar ações que promoverão bem-estar coletivo. O projeto Prisões Livres de Tuberculose utiliza o TF como estratégia de sensibilização da comunidade carcerária e de organização dos fluxos de atendimento em saúde nas unidades penitenciárias. As cenas abaixo representam situações comuns em relação à tuberculose no sistema prisional – recomenda-se que sejam escolhidas de 4 a 5 vídeos, de acordo com a realidade local. A figura do mediador é indispensável para conduzir as reflexões e organizar as soluções apontadas pelo grupo.

CENAS

Cena 01:

Desconhecimento sobre a transmissão da tuberculose

Em diálogo com colega, um profissional de segurança demonstra não conhecer as formas de transmissão da TB. Em seguida, os dois falam acerca dos riscos relacionados ao trabalho.

Faça download clicando no ícone        ao assistir o vídeo.

Cena 02:

Acesso ao serviço de saúde no sistema prisional

João (pessoa privada de liberdade) pede cigarro a um colega, que nega o pedido, em razão da tosse contínua que João apresenta. Após algumas justificativas, João aponta uma série de barreiras para acessar o atendimento médico na unidade.

Faça download clicando no ícone        ao assistir o vídeo.

Cena 03:

Demanda e fluxos de atendimento

Um profissional de segurança realiza a escolta de pessoas privadas de liberdade para consulta médica. O profissional de saúde afirma que o número de pessoas trazidas é muito inferior ao número de atendimentos agendados, demonstrando preocupação com o crescimento da fila de espera.

Faça download clicando no ícone        ao assistir o vídeo.

Cena 04:

Adesão e abandono de tratamento

João questiona seu colega de cela, Zeca, sobre o seu tratamento. Ao longo do tempo, Zeca dá diversas desculpas: o comprimido é muito grande, causa náuseas, os sintomas desapareceram, entre outras razões.

Faça download clicando no ícone        ao assistir o vídeo.

Cena 05:

Medo, estigma e preconceito

Uma pessoa privada de liberdade fica sabendo por um profissional de segurança que há um colega diagnosticado com tuberculose na mesma cela. Ele conversa com outro colega e, com medo de contrair a doença, indica que o colega com diagnóstico de TB seja retirado do convívio.

Faça download clicando no ícone        ao assistir o vídeo.

Cena 06:

Diálogo entre profissionais de segurança e PPLs

Profissional de saúde conversa com profissional de segurança sobre a necessidade de se ter um olhar de cuidado com pacientes diagnosticados com TB. O profissional de segurança fica desconfortável com a conversa.

Faça download clicando no ícone        ao assistir o vídeo.

Cena 07:

Vinculação entre profissionais de saúde e PPLs

Profissional de saúde informa diagnóstico positivo de TB para uma pessoa privada de liberdade utilizando linguagem técnica sobre o tratamento. Passa-se um mês, e a pessoa em tratamento ainda não compreendeu bem como está funcionando seu processo de tratamento e cura da tuberculose.

Faça download clicando no ícone        ao assistir o vídeo.

Cena 08:

Manutenção de tratamento em transferência ou liberdade

O profissional de saúde chega à unidade e identifica que uma PPL que realizava TDO e tinha dificuldade de adesão ao tratamento foi transferida para outra unidade prisional sem comunicação entre as equipes.

Faça download clicando no ícone        ao assistir o vídeo.

Cena 09:

Isolamento dos casos de tuberculose

Profissional de segurança informa que o resultado do exame de Zeca foi positivo para tuberculose e, por isso, deverá ir para isolamento durante 15 dias. Em resposta, ele diz que não deseja ir para o isolamento e fala das relações com os companheiros de convivência.

Faça download clicando no ícone        ao assistir o vídeo.

Cena 10:

Rastreamento como estratégia de prevenção

A unidade de saúde está realizando um mutirão de rastreamento de tuberculose. A cena apresenta falhas na organização que acabam prejudicando o processo de rastreamento.

Faça download clicando no ícone        ao assistir o vídeo.

Cena 11:

Práticas adequadas para coleta de escarro

A cena aborda o diálogo entre um profissional de saúde e um profissional de segurança sobre as condições necessárias para realizar a coleta de escarro.

Faça download clicando no ícone        ao assistir o vídeo.

Cena 12:

PPLs como agentes de saúde

Cléber, uma pessoa privada de liberdade que atua como agente de saúde, conversa com profissional de saúde e, na sequência, vai até a galeria entregar medicações aos privados de liberdade. Sem conversar com o profissional de saúde, Cleber dá informações incorretas a um paciente em tratamento para TB.

Faça download clicando no ícone        ao assistir o vídeo.

Cena 13:

Intervenção de prevenção em fila de espera com familiares

Profissionais de saúde decidem fazer intervenções educativas nas filas de espera. Em uma das abordagens, a esposa de uma pessoa privada de liberdade relata a sua preocupação e revolta com a situação do marido.

Faça download clicando no ícone        ao assistir o vídeo.

Cena 14:

Coinfecção TB-HIV

Dois profissionais de saúde conversam sobre uma pessoa privada de liberdade que fazia tratamento para TB e foi internada após sentir-se mal. No hospital, a pessoa realizou testagem para HIV e teve resultado positivo. Os profissionais lamentam a falta de articulação na porta de entrada do sistema prisional.

Faça download clicando no ícone        ao assistir o vídeo.